Novos Produtos: A chave para o Sucesso ou
para o Insucesso Empresarial

Ao considerarmos as intensas turbulências ambientais, onde a volatilidade de mercados aliados as mudanças do comportamento do consumidor, além dos ciclos de vida mais curtos dos produtos, a propagação desenfreada de novas tecnologias e a crescente profissionalização da concorrência, pode-se afirmar que ao se falhar no desenvolvimento e lançamento de novos produtos, a empresa estará se expondo a um grande risco, tal risco pode tornar o novo produto inviável do ponto de vista financeiro.
Entre os vários fatores internos e externos à empresa que estão relacionados com o sucesso ou insucesso no lançamento de novos produtos, condicionando, facilitando ou restringindo a sua ocorrência, os fatores de Marketing são apontados por vários pesquisadores como os mais importantes.

Algumas características do mercado e outros fatores podem explicar a ocorrência de sucesso ou não no lançamento de novos produtos, entre outros, são eles: 


Entretanto é preciso salientar que está lista não é exaustiva, diversos outros fatores e condições podem fomentar o sucesso ou insucesso de novos produtos, principalmente os relacionados a bens de consumo corrente.
A despeito de ser vital para o crescimento, lucratividade e longevidade das companhias, a inovação de produtos, principalmente quando se trata de um novo produto, representa grande risco para a empresa. O maior risco no lançamento de novos produtos está no estágio de introdução no mercado. Visto ser esta a fase mais crítica de todo o processo.
Também com relação ao sucesso/insucesso várias conceituações podem ser utilizadas, podendo-se, por isso, chegar a resultados diferentes. Empresas diferentes, adotam diferentes mecanismos de mensuração dos resultados dos novos produtos, conceituando-os as vezes como insucesso ou  como sucesso, o que diferencia uma abordagem da outra são as escalas usadas pelas organizações.
Implicitamente, nos diversos ramos de atividades estão associados riscos de diferentes proporções; bem como ao porte das empresas estão associados não só riscos diferentes, como também expectativas diferentes. De qualquer forma, o importante a notar é que existe um risco, que não é pequeno, em lançar novos produtos no mercado.

Como as empresas podem reduzir este risco? Em primeiro lugar é importante saber a razão por que novos produtos se tornam insucesso. Entre as diversas causas de insucesso pode-se citar algumas relacionadas a deficiências nas ações de Marketing, são elas: inadequadas análises de mercado, escolha errada da época de lançamentos, falhas em prever antecipadamente a concorrência e baixos esforços de distribuição.
De outro lado, fatores relacionados a orientação para mercado, integração multifuncional ou ainda o escopo das estratégias globais das empresas, representam conjuntamente pontos vitais a serem analisados.
Obviamente existem diversas outras razões, entretanto, a adequação de ações relacionadas a Marketing, permitem às empresas diminuírem as incertezas relacionadas ao processo de desenvolvimento e lançamento de novos produtos no mercado.
O importante, principalmente considerando as características gerais do empresariado brasileiro, é abandonar o empirismo, o “achismo”, e buscar métodos e formas de análise que realmente permitam uma contextualização mais apurada da realidade que cerca cada ramo de atividade, considerando obviamente, a realidade vivida por cada setor e suas peculiaridades.

maio/2003

Fábio Luciano Violin,
Mestre em Estratégias e Organizações - UFPR
Especialista em Planejamento e Gerenciamento Estratégico - PUC-PR

Professor universitário, palestrante e consultor de empresas.
flviolin@hotmail.com   ou  flviolin@terra.com.br


Esta página é parte integrante do www.guiadelogistica.com.br .