Logística: estratégia de aumento de ganho

Parece que a onda finalmente acalmou.  Em todo o país, as empresas estão atentas ao fato de que os custos logísticos freqüentemente representam sua despesa operacional mais alta – responsável por cerca de 10 a 35% das vendas brutas da empresa. As empresas estão começando a considerar que a logística também tem um tremendo potencial competitivo. De fato, ouvi recentemente que cerca de 80% de todos os diretores acham que sua empresa deve ter alguma forma de estratégia logística.

Embora o meio empresarial esteja começando a demonstrar interesse significativo na logística, continua a encarar a logística como uma ferramenta técnica e, raramente, inclui profissionais da logística em equipes multidisciplinares. Como resultado, continua mantendo a função logística somente como suporte, negando algumas das vantagens mais lucrativas.

Por exemplo, quantas empresas imaginavam a logística como uma ferramenta de marketing?

Quantas empresas pensaram em utilizar a logística para melhorar seu preço? Um importante varejista de desconto certamente pensou. Apostou em uma agressiva estratégia logística para altas economias de custo aos seus clientes. Praticando o conceito de reabastecimento contínuo, eliminou a necessidade da maior parte do espaço de estocagem e reduziu, significativamente, os custos de manutenção do inventário.  Ainda mais importante, ganhou reputação nacional como o local para procurar e encontrar os melhores preços.

Finalmente, quantas empresas consideraram ter profissionais de logística para ajudar a reprojetar sua embalagem? Provavelmente, um operador logístico poderá dizer a você o por que de seus produtos estarem quebrados, ou ainda como substituir as caixas danificadas, porque este operador movimenta o produto diariamente e vê a embalagem enfraquecer em "primeira mão".

Não estou dizendo que não é importante ou benéfico à empresa prestar atenção aos elementos táticos da logística. Concordo que o pensamento atual de que grande parte da armazenagem, transporte e processos relacionados são uma grande oportunidade de melhoria.  Incentivo as empresas a considerar, seriamente, qualquer coisa que as possibilite movimentar materiais de forma mais inteligente, mais rápida e melhor.

Entretanto, se você deseja render o maior valor de sua operação logística, você não pode parar aqui. Ao contrário, deve se fazer as seguintes questões:

§          Quais novas capacidades podemos oferecer por meio da logística?

§          Como a logística pode nos ajudar a criar mais valor para nossos clientes?

§          O que meus profissionais de logística sabem que os outros não sabem?

As respostas poderão surpreender você e também a sua concorrência.

A logística jamais poderá ser tão estimulante quanto um novo produto, como um novo slogan ou como a atenção que recebe uma nova forma de embalagem (a menos, evidentemente, que você seja um profissional de logística). Contudo, isto não significa que não poderá embalar melhor ou provocar o maior impacto em sua linha de lucro.

O único ardil é que você deve estar disposto a expandir as fronteiras do programa de logística para além da doca, e dar aos seus profissionais de logística a chance de planejar mais do que somente carregar um veículo ou empilhar caixas.

Seu processo logístico pode ser um dos maiores ativos e seus profissionais de logística finalmente poderão receber o respeito que merecem.


novembro/2002

Reinaldo A. Moura,
Engenheiro com pós graduação em Engenharia da Produção. Fundador e Diretor do Instituto IMAM, Chefe das Missões Técnicas do IMAM à Ásia. Consultor e Instrutor da IMAM Consultoria, com especialização em Logística, Engenharia Industrial, Movimentação de Materiais, Produtividade e Qualidade. Autor de diversos livros publicados pelo IMAM.
Tel. (0--11) 5575 1400
  
     imam@imam.com.br

Esta página é parte integrante do www.guiadelogistica.com.br .