Logística: A última barreira antes do Teletransporte

Na década de 60 vivemos emocionantes episódios da série "Jornada nas Estrelas", onde o capitão Kirk, Spock e todos os outros integrantes da tripulação da nave Enterprise se transportavam em poucos segundos para onde desejassem através do teletransporte.
No "Jornada nas Estrelas" os computadores se comunicavam diretamente com "conversas" entre eles mesmos. Trinta anos depois da série surgi a Internet, que nada mais é do que uma "conversa" entre máquinas. Aliás antes da Internet, já veio o Telex e o Telefax, que foram etapas de evolução até a Internet.
Na série, os tripulantes se comunicavam através de pequenos aparelhos, que podemos comparar com os celulares. O nome Startack, foi uma adaptação de Star Trek, que é o nome da série em inglês.
Cientistas e pesquisadores acreditam que dentro de aproximadamente 40 a 50 anos será possível fazer a transferência de partículas sólidas. Será a realidade imitando a ficção?
Para quem é mais conservador e duvida disto, não se esqueça que Júlio Verne (08/02/1828 - 24/03/1905) descreveu em 1865 o que seria uma viagem de foguete em seu livro "Viagem à Lua" e em 1869 o que seria um submarino em seu livro"20.000 Léguas Submarinas". Na época suas obras foram desprezadas, pois todos achavam que era um monte de asneiras. Muitos anos mais tarde foram inventados.
No futuro, talvez a menor distância entre dois pontos não seja mais a reta.
Já pensou fazer o teletransporte de pessoas, mercadorias, produtos, equipamentos, etc. Seria maravilhoso, pois teria a princípio um custo mínimo e uma rapidez incrível.
Enquanto não chega esta tecnologia, teremos que utilizar a logística, pois é atualmente a maneira mais eficiente e de menores custos para a operação que envolve movimentação e transporte de mercadorias.
Muitas empresas terão que adequar sua logística, pois o que se vê ainda no mercado, são empresas "desorganizadas", quanto ao lay-out, processos, produção, custos, armazenagem e principalmente movimentação e transportes.
Apesar dos conceitos logísticos estarem hoje em dia muito difundidos e mais compreendidos de uma maneira geral, a realidade brasileira mostra que muitas empresas desconhecem suas vantagens e consequentemente não aplicam no seu dia-a-dia.
A logística é o princípio básico para uma empresa se modernizar, quanto as suas operações. Aliás gostaria de fazer um parêntese a respeito. Neste último parágrafo, eu poderia dizer "logística integrada", como o mercado e muitos profissionais costumam dizer, pois querem dizer que envolve transportes, distribuição, produção, compras, suprimentos, automação, vendas, marketing, embalagem, movimentação e armazenagem; mas particularmente acho redundante dizer logística integrada, pois a logística já tem como característica principal ser integradora e estratégica, sendo que cada área acima citada faz parte do leque de atuação da logística. Na verdade a logística é a soma de todas; por isto nunca uso a expressão "logística integrada". A logística nunca vai funcionar a contento se não for integrada, pois não adianta estas seções estarem trabalhando em conjunto, se uma delas não estiver. Já vai emperrar o bom funcionamento das outras. Exemplo: Não adianta ter todos os departamentos eficientes e produtivos, se o Depto de Compras não comprou os materiais necessários para produzir um determinado produto. Neste caso os Deptos de Vendas e Marketing funcionaram, mas o pedido ficou parado por não ter como atendê-lo. Não se poderá dizer que a culpa é da logística. Muito pelo contrário, a culpa é por não ter uma logística, pois a logística antevê os problemas e trabalha de acordo com a integração de todos. Neste exemplo, o Depto de Vendas e Marketing podem ter feito uma grandiosa campanha publicitária, com promoções e algo parecido, onde tenha investido muito, e não tinha ninguém para integrar a empresa quanto as consequências desta campanha, que lógico é um aumento de vendas, produção, embalagem, transportes, etc. 
Enquanto o sistema de teletransporte for só na ficção, pois ainda deve demorar muito para estar disponível, as empresas terão que arregaçar as mangas e adequar sua maneira de administrar seus negócios, utilizando bons profissionais e boas ferramentas. Se não fizerem ficarão para trás, pois com certeza seus concorrentes o farão.

outubro/2001

Marcos Valle Verlangieri,
Diretor da Vitrine Serviços de Informações S/C Ltda.,
empresa que criou e mantém o
www.guiadelogistica.com.br

 

Logistics: The last barrier before Teletransportation

In the 60’s, we had thrilling Star Trek episodes, where Captain Kirk, Spock and other Enterprise crew members moved themselves to the place they liked, in just seconds, by teletransportation. Computers had "conversations" with each others. Some thirty years later, there came the Internet, that is nothing but a "conversation" between computers. In time, before the Internet arrival, there came telex and telefax, which were stages in the evolution to the Internet. In the TV series, the crew members used small appliances to talk to others much similarly to the way we use mobile phones today. The name Startak reminds Star Trek.
Scientists and researchers believe that, within some 40 to 50 years, it will be possible to transfer solid particles to remote sites. Will reality once again make fiction come true?
The skeptics shall never forget that Jules Verne (02/08/1828 – 03/24/1905) described a rocket flight in his "From the Earth to the Moon" in 1865, and a submarine in his "20,000 Leagues Under the Sea", in 1869. His books were rejected in his own time, for people thought it would never be possible to build such vehicles. Many years later, they became reality.
In the future, much possibly, the shortest distance between two spots will not anymore be the straight line.
Have you ever thought about the teletransportation of people, products, equipment, etc.? Wonderful, incredibly fast and at a very low cost. But, in the meantime, we have to use logistics, the most effective way that we have available today to move goods.
Many companies will have to remodel their logistics, for there is still very much disorganization in layouts, processes, production, costs, storage and, especially, in moving and transportation.
Even though the concepts of logistics are very widespread now, and there is much more understanding of their benefits, the Brazilian market reality shows that a large number of companies simply are not aware of their advantages and, consequently, do not make use of them in their daily activities.
Logistics is the basic principle for a company to update its operations. I would like to make a special comment here. In the last paragraph, I could have said "integrated logistics", as many professionals refer to it in the market, as they mean transportation, distribution, production, purchasing, supplying, automation, sales, marketing, packaging, moving and storage, altogether. But I particularly find it redundant to say integrated logistics for logistics itself is already characteristically integrative and strategic, with each of the above mentioned areas being a constituent part of the whole. Logistics is the sum of everything, so that I avoid the expression "integrated logistics". Logistics will never fully work out if it is not integrated. A single non-integrated section will compromise the whole thing. For example: there is no use having an efficient production area if the Purchase Dept. has not purchased the necessary raw material. In that example, the Marketing and Sales departments did their jobs very well, but new orders from customers cannot be accepted for there are no products to ship. Logistics is not to be blamed. Just on the opposite, they have to blame the lack of logistics. Logistics would oversee the whole operation and take the necessary actions to have it fully integrated. Logistics foresees the problems before they actually happen and work for the fully integration. Again in the example, Sales and Marketing may have created a successful ad campaign, with promotions and everything, spent a lot of money, but there was no one integrated who could have foreseen the outcome of such campaign, that is, a substantial increase in the activities of sales, production, packaging, transportation, etc.
While teletransportation is still science fiction, and there will be a long time before it becomes reality, companies will have to work hard to improve their ways to manage their businesses, using good professionals and tools. If they don’t, they will lag behind, for the competition will certainly do.

October 2001

Marcos Valle Verlangieri,
Director, Vitrine Serviços de Informações S/C Ltda.,
responsible for the website www.guiadelogistica.com.br

Esta página é parte integrante do www.guiadelogistica.com.br .