TRAÇABILIDADE: UMA IMPOSIÇÃO ESTRATÉGICA
PARA O SUCESSO DA SUPPLY CHAIN

Perdas, grandes perdas! Este é o constato comum de visitas técnicas em um grupo de empresas no país que desconhecem a real importância da traçabilidade, um novo e fundamental componente competitivo para os ambientes empresariais do futuro.
Crescente preocupação com a segurança e qualidade dos processos, globalização e complexidade das cadeias de aprovisionamentos, consumidores cada vez mais exigentes, fazem da "traçabilidade" um elemento indispensável para o eficaz gerenciamento das cadeias de suprimentos, do risco e da qualidade. E o potencial de uso da traçabilidade transcende às atuais ações de um determinado número de empresas, sobretudo na Europa e nos USA. Na área da saúde pública, por exemplo, a traçabilidade pode ser o melhor suporte para as autoridades , rápida e objetivamente, determinarem causas de contaminação (da carne, por exemplo) e, por extensão, reduzirem os respectivos riscos.
A necessária preocupação com a qualidade nos impõe desenvolver e aplicar um conjunto de ações através das ferramentas de traçabilidade como os códigos de barras ou EDI (Electronic Data Interchange).
Por desconhecimento do real potencial da tecnologia como um "identificador e orientador" de todos os fluxos logísticos, para um grande número de empresas a traçabilidade ainda é vista muito mais como uma barreira do que como um diferencial a ser explorado comercialmente através do evidente efeito mercadológico de sua aplicação. O potencial mercadológico da traçabilidade é considerável, pois, respeitando a ética e a liberdade individual, pode ir até ao consumidor final e resultar em específicas ações comerciais individualizadas.
Especificamente em termos de logística, a traçabilidade torna possível uma ampla melhoria da eficácia empresarial global, pois, entre os inúmeros benefícios, permite um efetivo controle da movimentação de produtos, preciso acompanhamento dos fluxos e das entregas, geração de informações detalhadas para clientes, otimização do gerenciamento dos estoques, perfeita reatividade às anomalias nos processos de aprovisionamento, produção e distribuição, identificação da causa de perdas de mercadorias, simplificação da recepção e do correto posicionamento de mercadorias nos armazéns.
Além disso, ao fornecer a possibilidade de um melhor conhecimento dos mercados e tornando os circuitos de aprovisionamento, fabricação e distribuição mais transparentes, a traçabilidade ajuda na luta contra a fraude de qualquer natureza. Sem esquecer que ela é e se tornará cada vez mais imprescindível para as empresas que estão buscando selos de certificação nacional e internacional.
Algumas dicas são, entretanto, essenciais às empresas que, até agora, conduziram seus negócios de forma improvisada e estão pensando em investir nas tecnologias de traçabilidade. Um projeto de traçabilidade não pode ser improvisado. Tem que ser pensado de forma inteligente, pois para ser eficaz, a traçabilidade deve ser global, contínua e cobrir toda a Supply Chain. Solidamente ancorada em sistemas de informações, a traçabilidade deve partir do cliente final e ir pelo menos até aos fornecedores da primeira camada, integrando diferentes atividades ( engenharia, fabricação, venda, estocagem, transporte, etc.).
Sendo um meio de identificar e orientar a utilização de entidades (produtos, componentes e, por extensão, fornecedores ) referenciadas em diferentes dispositivos, a traçabilidade associa relações (do tipo ordens de fabricação, de reaprovisionamento, de movimentação interna, de preparação, de entrega, etc.) existentes entre, por exemplo, produtos com as suas principais características e determinados meios de suporte às operações logísticas (vagões, caminhões, containers, caixas, paletes, embalagens ...), identificando estes produtos sob suas diferentes formas. Esta identificação se realiza através dos chamados "códigos" (de artigos, de transações ou de veículos).
Softwares que pretendem ser mais específicos no suporte das atividades de traçabilidade estão chegando no mercado. Virtudes e inconvenientes fazem parte das características destes produtos. Parte dos produtos atuais ainda apresentam a inconveniência de não serem capazes de restituir informações detalhadas em tempo real.
Uma coisa é certa, a traçabilidade é uma nova e poderosa ferramenta de diferenciação competitiva para a empresa do futuro.



Darli Rodrigues Vieira,
Ph.D., Professor na UFPR e Consultor, onde coordena o MBA em Gerência de Sistemas Logísticos. Consultor em Logística & Sistemas de Produção e Gerência de Projetos. Visiting Professor na Université Sorbonne (FRança) e na Laval University (Canadá).

darli.vieira@mais.sul.com.br

Esta página é parte integrante do www.guiadelogistica.com.br .