Ergonomia no ambiente de escritórios - Computadores

Não resta a menor dúvida que os microcomputadores e terminais revolucionaram os escritórios, mudando o modo de trabalho de muita gente. Atualmente podemos afirmar que muitos segmentos das empresas se tornaram dependentes destes equipamentos em todos os aspectos. É comum se encontrar a relação de um microcomputador ou terminal para cada funcionário em muitos ambientes de escritórios. O computador funciona, atualmente, como uma grande mesa de trabalho, pois substitui com grande vantagem a máquina de escrever, papéis, calculadoras, arquivos, etc. Não resta a menor dúvida que os computadores aumentaram consideravelmente a produtividade e os resultados das empresas porém, como qualquer tecnologia, a chave do sucesso no uso do mesmo está fundamentada no elemento humano.
Os microcomputadores podem trabalhar 24 horas por dia, durante o ano todo, sem problemas, porém, as pessoas não. Na verdade, longos períodos de trabalho na frente deste equipamento podem trazer uma série de distúrbios aos usuários. Dentre as muitas definições de ergonomia, podemos destacar aquela que a considera como sendo uma ciência que estuda como e de que maneira as pessoas interagem com as máquinas e, em função das informações obtidas, ajuda a criar um local de trabalho adequado e confortável para o usuário. Não resta a menor dúvida que, quando as pessoas se sentem ajustadas e confortáveis em seus lugares de trabalho, a produtividade aumenta. Em se tratando de trabalho com o uso de microcomputadores, alguns cuidados devem ser tomados.
Por exemplo:
1. Para uma posição confortável da cabeça e pescoço, a primeira linha contida na tela do monitor deve ficar na altura dos olhos;
2. Não devem existir reflexos na tela dos monitores;
3. Para minimizar as tensões nos músculos dos ombros, o teclado deve estar suficientemente baixo para permitir que os braços fiquem na vertical (ângulo de 70º a 80º) com o antebraço na horizontal. Este ângulo é próximo ao do próprio teclado, facilitando os movimentos das mãos e dedos. Os pulsos devem ficar alinhados com os antebraços. Mantendo os pulsos retos, distúrbios como a Síndrome do Túnel do Carpo poderão ser evitados ou minimizados. Isto ocorre quando se aplica pressão excessiva sobre o nervo que atravessa o pulso. É importante manter o pulso reto e, periodicamente, dar um pequeno descanso para o mesmo, após uma digitação contínua;
4. Um dos elementos mais importantes do conforto e produtividade é a cadeira. Uma boa cadeira e postura correta são fundamentais para o conforto e bem-estar daqueles que ficam muito tempo sentados. A cadeira deve possuir regulagens para se adaptar ao usuário, bem como permitir o posicionamento correto no posto de trabalho. Para um bom alinhamento, os joelhos devem ficar na mesma altura da cintura e o ângulo tronco-coxas deve ser em torno de 100º. Se não for possível ajustar a altura da cadeira, os pés devem ser apoiados sobre um apoio adequado. Isto ajuda a aliviar as tensões na parte posterior das pernas e nas costas. Mesmo que cada um tivesse a melhor cadeira, isso não alteraria o fator mais importante do conforto, que é a postura. Uma postura adequada ajuda a evitar tensão nas costas, mantendo a sua coluna e cabeças retas. Deve-se sentar bem no fundo da cadeira. Dores nas costas, torcicolo e distensões musculares são comuns em um ambiente de trabalho onde haja interações e uso contínuo de computadores, porém, os olhos são uma das partes do corpo que sofre o maior nível de tensões.

A focalização sobre o monitor e texto exige que os músculos se movam, expandam e parem a todo instante. Quando olhamos uma tela a uma distância fixa dos olhos, o músculo precisa focalizar o olho e manter esta posição. O sistema de visão avalia e compensa, para chegar ao foco e alinhamento exatos, produzindo uma imagem perfeita. Essa função natural dos músculos dos olhos ocorre sem que a percebamos, parecendo uma situação sem importância. Quando a amplitude de movimentos é restrita por longos períodos de tempo, o músculo não tem tempo para relaxar. Quando isso ocorre, o sistema da visão não consegue funcionar adequadamente.
O que se deve fazer:
a. Ajustar fisicamente o local de trabalho;
b. Evitar o ofuscamento diretos e por reflexo;
c. Se possível, colocar o monitor entre duas fileiras de luzes;
d. A tela do monitor de vídeo deve estar perpendicular às janelas;
e. Usar iluminação adequada obedecendo às especificações da Norma Brasileira;
f. A posição da tela é crítica para o ajuste de foco normal. A melhor distância para a tela e o monitor é entre 45 e 70 cm dos olhos. Deve haver equipamentos que possibilite a movimentação da tela para frente e para trás;
g. Na digitação de dados deve haver uma prancheta para se posicionar o documento e deve ser colocada, se possível, entre o teclado e a tela;
h. Pausas após um certo período de interação com a tela do computador é importante para se evitar a fadiga visual.

Lembramos novamente que o conhecimento e as melhorias dos aspectos ergonômicos nos postos de trabalho visam conforto e bem-estar dos trabalhadores, trazendo, consequentemente, aumento de produtividade no sentido amplo.

dezembro/2000


Antonio Francisco Abrantes,
Instrutor da IMAM para o curso "Ergonomia Industrial".
Tel. (0--11) 5575 1400
   imam@imam.com.br

Esta página é parte integrante do www.guiadelogistica.com.br .