Analise a viabilidade de uma solução WMS para o seu Armazém

Atualmente, muitas empresas estão avaliando a viabilidade de uma solução WMS - Warehouse Management System (Sistema de Gerenciamento de Armazém).
No processo de análise de viabilidade de uma solução WMS, deve-se avaliar a relação custo-benefício, mas sempre considerando parâmetros quantitativos e parâmetros qualitativos.
Entende-se como parâmetros quantitativos todos os fatores que poderão ser medidos e quantificados, a fim de analisar técnica e economicamente a solução proposta.
Como exemplos dos principais parâmetros podemos citar:

Já os parâmetros qualitativos, que não podem ser tão facilmente mensurados, também devem ser considerados em uma análise de viabilidade e, como exemplos, podemos citar:

Logo, podemos perceber que, além de uma criteriosa análise técnica e econômica que devemos fazer para justificar a solução WMS, compete a empresa desenvolver, também, uma análise de fatores "intangíveis" que, embora sejam difíceis de se avaliar, são muito importantes na tomada de decisão sobre qual solução adotar.
Muitas empresas tem dificuldades de identificar todos os benefícios de uma solução WMS, muitas vezes por não conhecer todas as características e funcionalidades da solução, bem como não conhecer a realidade do seu processo atual de armazenagem (efeitos indesejáveis e oportunidades). Desta forma, investir na identificação destas informações é a chave para analisar a real viabilidade da solução WMS.
Atualmente, o investimento na obtenção destas informações pode ser feito através de uma combinação de atividades, tais como:

Assim sendo, quanto mais se conhecer sobre WMS, mais facilidade as empresas têm de fazer uma adequada análise de custo vs. benefício.


Eduardo Banzato,
Gerente da IMAM Consultoria Ltda., de São Paulo.
Tel. (0--11) 5575 1400   
  imam@imam.com.br

Esta página é parte integrante do www.guiadelogistica.com.br .