Gerenciamento da mudança na Cadeia de Abastecimento

O valor de um adequado gerenciamento do processo de mudança aumenta conforme as empresas evoluem de uma estrutura departamental, em "silos", para uma estrutura focalizada no processo e na Cadeia de Abastecimento.
Voltando algumas décadas, podíamos visualizar as empresas, ou melhor, alguns de seus colaboradores desenvolvendo mudanças em suas áreas achando que se fizessem a sua parte estariam assegurando o sucesso da empresa. Perceberam, com o tempo, que reforçar apenas elos isolados de uma corrente não aumenta a resistência da mesma. A partir daí, conceitos como o da Logística Integrada começaram a encantar muitas empresas que passaram a descobrir as oportunidades de gerenciar o negócio através de seus processos, e não mais apenas pelos seus departamentos isolados. Neste sentido, esforços intensos de profissionais com visão integrada, que assumiram a liderança desses processos, proporcionaram resultados expressivos. Este agente de mudança foi responsável pela integração do trabalho entre múltiplas funções dentro da empresa, ajudando, assim, a unir os tais silos funcionais em direção a uma meta comum, gerenciando, deste modo, a mudança. Mas esta tarefa, para quem já passou pela mesma, não é fácil! Muitos profissionais competentes ainda estão tentando, sem obter sucesso.
Agora, imagine este processo de integração sendo aplicado na Cadeia de Abastecimento. Pode-se multiplicar esta dificuldade pelo número de empresas desta Cadeia, adicionando a isto as diferenças culturais e de valores que existem em diferentes empresas de uma mesma Cadeia.
Por definição, o processo de gerenciamento de uma Cadeia de Abastecimento se preocupa com três Fluxos Principais: Fluxo de Materiais, Fluxo de Informações e Fluxo de Dinheiro. A complexidade de gerenciamento destes três fluxos cresce exponencialmente conforme aumenta o número de integrantes destas cadeias.
Neste contexto, será muito importante pessoas com o papel de "coach", facilitando, desta forma, o Gerenciamento da Mudança.
Pode-se definir o Instrutor como uma pessoa que instrui os jogadores nos princípios e fundamentos de um esporte competitivo e orienta os mesmos nas novas estratégias da equipe.

O papel dos "coachs" será de:

1. Compreender o pensamento dos consumidores de uma Cadeia de Abastecimento e auxiliar no processo de desenvolvimento de produtos ou serviços e mercado;

2. Ser capaz de especificar os processos necessários para fornecer, fabricar e entregar os produtos ou serviços;

3. Identificar participantes potenciais da Cadeia de Abastecimento que compartilhem valores similares;

4. Desenvolver meios para aumentar o conhecimento sobre os clientes da Cadeia de Abastecimento;

5. Identificar as funções e responsabilidades de todos os integrantes, baseado nos seus pontos fortes;

6. Estabelecer metas para a Cadeia de Abastecimento, para que todos os seus integrantes procurem atingí-las;

7. Possuir uma forte liderança perante a Cadeia de Abastecimento.

Desta forma, pode-se notar que no Brasil ainda não possuímos a figura de Facilitadores ("coachs"), e falta desenvolver esforços neste sentido para que nossas Cadeias possam se integrar mais rapidamente.
O Facilitador, ao nosso ver, não significa necessariamente uma pessoa sozinha, mas sim, uma entidade que pode ser uma pessoa, uma equipe, uma empresa da Cadeia de Abastecimento, um instituto, uma associação ou qualquer outra que atue como agregador das capacidades de cada elemento da cadeia em uma Cadeia de Abastecimento única sem emendas.
Portanto, deve ficar claro que embora existem soluções em tecnologia da informação já disponíveis para integração de uma Cadeia de Abastecimento (ex.: softwares de Supply Chain), o esforço que deve-se conduzir para o sucesso desta integração é mais amplo e não podemos deixar de considerá-lo, pois, caso contrário, estaremos automatizando um Bando de Empresas, e não uma verdadeira Cadeia de Abastecimento.


Luiz Roberto Palma da Fonseca,
Consultor da IMAM Consultoria Ltda., de São Paulo.
Tel. (0--11) 5575 1400 
  imam@imam.com.br

Esta página é parte integrante do www.guiadelogistica.com.br .